Todos nós estamos engajados em uma busca contínua por felicidade. Há dentro de nós um vazio, ao qual tentamos preencher de várias for...

Como posso ser feliz?

6 Comentários

Todos nós estamos engajados em uma busca contínua por felicidade. Há dentro de nós um vazio, ao qual tentamos preencher de várias formas. Dinheiro, status, relacionamentos e prazeres são algumas das coisas que aspiramos, mas, no clímax de toda a nossa aspiração está a felicidade, porque não desejamos as coisas meramente pelo o que elas são, mas pelo o que podemos nos tornar ou sentir por meio delas. Ninguém há que, em sua perfeita razão, tenha em seus planos não ser feliz ou não realizado enquanto indivíduo, e assim, a nossa vida se torna uma vida de perseguição rumo à felicidade.

A Bíblia narra a história de uma mulher que, assim como nós, almejava ser feliz. É a conhecida mulher samaritana. Não nos é informado acerca de seu nome, mas a narrativa, conforme relatada no evangelho de João, capítulo quatro, nos dão pistas acerca de quem ela era. Certa vez, ela foi buscar água em um poço, onde encontra um homem, que mesmo sem nunca ter lhe visto, revela aspectos da sua vida. Era o Senhor Jesus, ao qual afirmou que ela já tivera cinco maridos, e que o homem com quem estava vivendo não era o seu marido (Jo 4:18). Com isso, entendemos que a mulher samaritana era uma mulher que ansiava por relacionamentos, e que eles eram a fuga para o vazio da sua alma. Porém, também entendemos que relacionamentos nunca conseguiram supri-la completamente, porque senão, ela não se encontraria com tantas tentativas frustradas. Ela só conseguiu ser de fato feliz, após Jesus, o homem com quem conversava no poço, lhe disse que podia saciá-la. Ele disse:

“Quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede.” (Jo 4:14)

Ela creu Nele, e a sua vida foi radicalmente por Ele mudada. Através do testemunho dessa mulher, quase uma cidade inteira vai até Jesus, e muitos também creem, afirmando para ela: 

“Já não é pela tua palavra que cremos; pois agora nós mesmos temos ouvido e sabemos que este é verdadeiramente o Salvador do mundo.” (Jo 4:42)

Somente Jesus pode saciar a sede colossal de nossas almas, porque somente Nele está a felicidade que tanto procuramos. Ele disse: “Se alguém tem sede, venha a mim e beba.” (Jo 7:37b). O Senhor se apresenta como um componente essencial para o funcionamento do nosso organismo, a água, para nos ensinar que Ele é vital para as nossas vidas.

Onde tens procurado felicidade? Será que assim como a mulher samaritana, tens concentrado sua necessidade em relacionamentos, e buscas em um parceiro a felicidade que precisas? Ou será que é em outra coisa, mas que assim como ela, tens sido frustrada, com uma sede interior que parece nunca ser saciada? É necessário ir até a fonte de águas vivas. Vá até Jesus e seja por Ele saciada! 

Podes também pensar: “Eu já conheço Jesus!”. Mas, se continuas buscando felicidade em outras coisas, então isso é um indício de que precisas Dele, a fim de ser completa. Porque quem experimentar de sua água “jamais terá sede”; em outras palavras, não precisa de mais nada. Quem experimenta a Sua gloriosa presença, satisfeito se encontra, por estar com a própria fonte de felicidade.

“Quando Te procuro, meu Deus, estou à procura da felicidade.”¹

Busque-O continuamente, entendendo que se Ele é a tua felicidade, então tudo o que procuras além Dele tendo em vista ser feliz, resultará em tua infelicidade. Concluo com algumas palavras de J. C. Ryle¹:

“Neste mundo não se pode encontrar satisfação no coração, a não ser através da fé em Cristo. Somente Jesus Cristo pode preencher os espaços vazios em nosso homem interior. Somente Ele pode dar felicidade real e duradoura. A paz concedida por Ele é como uma fonte que, começando a jorrar na alma, jorra por toda a eternidade. As águas desta fonte poderão diminuir ou aumentar ocasionalmente; mas são águas vivas e nunca secarão por completo.”

Thayse Fernandes
_________________________
¹ Agostinho. Confissões, Livro X; Capítulo XX.
² J. C. Ryle. Meditações no Evangelho de João.



Você também pode gostar

6 comentários:

Receba nossas postagens