Ofensas, decepções, desilusões, incompreensões, calúnias, mentiras, traições... Todos estes são gatilhos poderosos para despertar em ...

Pare de ter pena de si mesma

4 Comentários

Ofensas, decepções, desilusões, incompreensões, calúnias, mentiras, traições... Todos estes são gatilhos poderosos para despertar em nós a autopiedade. Quando somos ofendidas, quando somos decepcionadas e nos vemos desiludidas, quando somos incompreendidas diante de situações em que demos tudo de nós para ajudar, quando somos caluniadas, quando mentem para nós e nos enganam, quando nos apunhalam pelas costas... São nesses momentos em que nos encontramos mais dispostas a sentir pena de nós mesmos.

A maioria das pessoas, em algum momento de suas vidas, já caiu na armadilha da autopiedade. A questão é que algumas rapidamente a superam e seguem em frente, outras ficam realmente presas a vida inteira, chegando de fato a ficarem depressivas, e aqui deixo claro que esse texto não é direcionado a pessoas com depressão (o assunto exige outro texto voltado especificamente para isso). Ainda há aquelas que nem superaram nem afundaram de vez, mas recorrentemente tem adotado uma postura de “coitadinha” diante das mínimas dificuldades da vida. Esse texto tem por alvo o encorajamento bíblico para essas pessoas.

Quando as coisas não acontecem do jeito que gostaríamos, encontramos nessas frustrações razões suficientes para nos sentirmos a pessoa mais desafortunada do mundo. Há frases bem comuns que expressam a pena que sentimos de nós mesmas nesses momentos:

“Eu não mereço passar por isso”

“Porque essas coisas só acontecem comigo?”

“As coisas nunca dão certo pra mim”

A vida é difícil para todos, e todos deveriam saber disso. Desde que o pecado entrou em nosso mundo, ele trouxe desordem, dor e sofrimento. Essa ordem de existência não é o paraíso que nos foi prometido, e, portanto, esperar isenção absoluta de dificuldades é tolice. Mas mesmo quando temos de lidar com as adversidades, a Bíblia não nos incentiva a sentirmos pena de nós mesma, mas a sermos corajosas, determinadas e equipadas com a força de Deus. A enfrentar nossas dificuldades com esperança e bom ânimo, porque nossa vida não está entregue a sorte ou ao acaso, mas regida pela boa mão do Senhor.

Se não podemos evitar as dificuldades, então o que nos resta fazer? Estar preparadas para lidar com elas! E algumas atitudes podem nos ajudar a evitar a autopiedade que nos paralisa nos momentos em que as situações exigem mais firmeza e fé da nossa parte.

Não fique surpresa com as dificuldades: Não espere uma vida fácil, sem problemas. O apóstolo Pedro orientou seus leitores a não estranharem as provações: “Amados, não se surpreendam com o fogo que surge entre vocês para os provar, como se algo estranho lhes estivesse acontecendo.” (I Pe. 4.12). Precisamos estar vigilantes para não sucumbirmos diante do desespero.

Seja corajosa: Jesus mesmo nos advertiu que teríamos aflições aqui e ainda nos orientou como deveríamos lidar com elas. – “Tenham coragem”, disse Ele. (Jo. 16.33). A Bíblia interia está cheia de expressões que orientam os servos do Senhor a serem corajosos, e nós temos uma grande razão para isso - Servimos a um Grande Deus, que tudo pode.

Lembre-se que Deus prometeu que sempre estaria conosco: Essa é uma das promessas mais doces das Escrituras. Quando a adversidade chegar com sua tempestade, quando as ondas baterem forte no barco e seu coração estremecer, lembre que Jesus está no barco com você, que Ele tem poder para parar essa tempestade com apenas uma palavra. Foi nosso Senhor Jesus Cristo que nos prometeu: “... eu estou com vocês todos os dias, até o final dos tempos” (Mt. 28.20b).

Tenha misericórdia dos outros: A autopiedade nos impede de exercer a compaixão e o perdão para com aqueles que nos fizeram mal. Lembremo-nos que a pior desgraça não é sofrer pelo mal cometido por outros, mas cometer o mal. Quando nosso Senhor foi caluniado e traído, não era Ele o infeliz naquela situação, mas quem lhe fez o mal. Quando temos misericórdia dos outros, nos conscientizamos que somos pecadores e sujeitos aos mesmos erros e reconhecemos o quão precioso é o perdão de Deus.

Não estamos autorizadas a jogar para o alto as armas da nossa fé e correr para debaixo da cama, trêmulas de medo, como se aquele que está no mundo fosse maior e mais poderoso do que Aquele que está em nós. Nós servimos no exército do Senhor Jesus, que é o Rei absoluto de todos os domínios da criação. Nossa vitória foi conquistada por Ele mesmo; deixemos todo o embaraço e avancemos confiantes em Sua fidelidade, pois este mundo já foi julgado e está com seus dias contados. Triunfaremos sobre a carne, o mundo e o diabo. Dificuldades existem para todos, não deixe a autopiedade te paralisar, lute!

Finalizo com uma das mais extraordinárias citações do apóstolo Paulo:

“De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos.” (2º Coríntios 4:8,9)

Mesmo passando por tantas dificuldades, para Paulo não havia lugar para a autopiedade na vida cristã.


Sonaly Soares



Você também pode gostar

4 comentários:

  1. Olá querida, boa noite. Eu estou começando com blog também, gostaria de ser tão sábia como você em suas palavras... Lindo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana!

      Obrigada pelas palavras gentis. O Jesus é a fonte de toda sabedoria, confiemos n'Ele e seremos sábias.

      Agradecemos o carinho e desejamos a benção de Deus sobre seu trabalho em seu blog.

      Um abraço!

      Excluir
  2. Que texto maravilhoso! Recentemente passei por uma situação que me fez refletir muito sobre isso, e sair do poço da autopiedade está fazendo toda a diferença em minha vida. Esse texto veio ainda mais para somar nisso tudo! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lex.

      Glória ao Senhor Jesus por sua imensa misericórdia em nossas vidas. Ele nos chama para sermos fortes e corajosas, pois as dificuldades exigirão isso, mas Ele também promete que sempre estará conosco. Que Ele abençoe e "treine as tuas mãos para a batalha" (Sl. 144.1) e seja a fonte da tua força.

      Coragem e avante!
      Um abraço.

      Excluir

Receba nossas postagens