Tim Keller é um escritor notável, em sua obra Deuses falsos, ele nos proporciona uma reflexão bastante pertinente tendo em vista o co...

Indicação de livro: “Deuses falsos” – Timothy Keller

0 Comentários

Tim Keller é um escritor notável, em sua obra Deuses falsos, ele nos proporciona uma reflexão bastante pertinente tendo em vista o contexto idólatra em que vivemos. Muitas vezes ignoramos o fato de que nós, mesmo sendo cristãos, estamos sujeitos a colocar a nossa esperança fora de Cristo.  Partindo da assertiva de que “o coração humano é uma fábrica de ídolos”, o autor discorre sobre como somos inclinados a eleger tantos ídolos, embora não tenhamos esta intenção inicialmente.

“O coração do homem toma coisas boas como uma carreira de sucesso, amor, bens materiais, e até a família, e faz delas seus bens últimos. Nosso coração as diviniza como se fossem o centro da nossa vida, porque achamos que podem nos dar significado e proteção, segurança e satisfação, se as alcançarmos.”

“Quanto maior o bem, maior é a tendência de esperarmos que ele satisfaça nossas necessidades e esperanças mais profundas. Qualquer coisa pode servir como um falso deus, especialmente as melhores da vida.”

Considerando a vida de personagens bíblicos, o livro detalha como o amor, o dinheiro, o sucesso e o poder podem nos tornar escravos. A busca pelo amor pode se transformar em um tipo de escravidão. A idolatria nos torna servos do dinheiro. A necessidade do sucesso a todo custo tira o nosso foco do que Cristo já conquistou para nós. A sede de poder nos impede de olhar para Deus, ainda assim:

“O Deus da Bíblia é aquele que desce a este mundo para realizar a salvação e nos dar a graça que nunca conquistaríamos sozinhos. Ele ama os não amados, os fracos e os que ninguém quer. Ele não é apenas um rei de quem somos súditos, nem apenas um pastor de quem somos ovelhas. Ele é um marido e somos a esposa. Ele está encantado conosco – mesmo com aqueles dentre nós que ninguém mais nota.”

Tantos ídolos podem ser “vistos” ou não, Tim Keller os categoriza em ídolos ocultos (ou profundos) e de superfície. Os ídolos ocultos são produzidos por um desejo de influência e poder, e os de superfície são produzidos pela necessidade de aprovação. Além disso, o autor destaca os ídolos de nossa cultura e sociedade, aqueles que estão escondidos, seja na nossa religião ou cultura:

“Qualquer ‘Esperança’ cultural dominante que não seja o próprio Deus é um falso deus. Os ídolos, então, não tomam apenas formas individuais, mas podem ser corporativos e sistêmicos.”

“A idolatria funciona amplamente dentro das comunidades religiosas quando a verdade doutrinária é elevada à posição de um falso Deus. Isso ocorre quando as pessoas confiam na veracidade da doutrina para estar em comunhão com Deus, e não no próprio Deus e sua graça.”

Qualquer coisa que tome o lugar de Deus se torna um ídolo, os ídolos não podem ser removidos, mas podem e devem ser suplantados por Aquele que reina sobre tudo e todos. Por isso, é necessário discernir e identificar os ídolos que entronizamos para então substituí-los. É isso que o evangelho faz:

“...reestrutura nossas motivações, autoconhecimento, identidade e visão de mundo.”

“O evangelho trabalha de forma diferente: não age diretamente sobre as emoções ou vontade, mas indaga o que está operando no lugar de Jesus Cristo como seu salvador real.”

Assim, a solução para substituirmos os ídolos em nosso coração é nos voltarmos para Deus e adorá-lo verdadeiramente. Isso exige tempo, isso exige todo o nosso ser. Apenas uma análise intelectual não pode acabar com a idolatria, mas uma real submissão a Cristo nos trará a sua paz e redirecionará nosso coração para o lugar certo e seguro: 

Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra; porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.” (Cl 3.1-3)

A leitura desta obra tão significativa nos convida à entrega total ao nosso Senhor, como diz o hino citado por Keller: fique com Ele apenas!

Entregue todos os seus “feitos”
Aos pés de Jesus
Fique com ele, com ele apenas
Gloriosamente completo

Informações do livro:
Título: Deuses falsos.
Autor: Timothy Keller
Editora: Thomas Nelson
_____________________________
Juliany Correia



Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Receba nossas postagens