Em alguns momentos de nossas vidas nos deparamos com o medo, desde as mais simples situações até as mais complexas. O medo é uma reação ...

Superando medos

0 Comentários

Em alguns momentos de nossas vidas nos deparamos com o medo, desde as mais simples situações até as mais complexas. O medo é uma reação espontânea de nosso organismo frente a um perigo ou circunstância que afete o nosso senso de controle.

Em um sentido, ele não é algo totalmente ruim, pois nos alerta para a prevenção e vigilância, como afirma a autora Elyse Fitzpatrick:

“Porque Deus nos amou, ele nos criou com a capacidade de respondermos rapidamente a situações de perigo [...] Deus nos presenteou com essas habilidades físicas para que pudéssemos sobreviver em um mundo, às vezes, perigoso.”¹

Mas em outro sentido, o medo pode ser avassalador; pode destruir a nossa paz, desordenar a nossa concentração e nos trazer, inclusive, consequências físicas, emocionais ou psicológicas.

E se acontecer isso? E se acontecer aquilo? E se não for dessa forma? Esses são alguns dos vários “e se” que podem nos amedrontar. É sobre o medo proveniente de incertezas que iremos nos deter nesse texto.

As incertezas nos amedrontam porque nos deixa inseguros e desarmados. O fato de não sabermos previamente o que nos espera nos atordoa. Nos deixa sem controle e até mesmo sem saber o que fazer. O que fazer então nesses momentos de incerteza?

1. Confie
 
O fato de não temos o controle de nossas vidas não significa que estamos lançados ao acaso. Deus controla as nossas vidas e faz com que tudo caminhe de acordo com os Seus propósitos.

“O Senhor é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O Senhor é a força da minha vida; de quem me recearei?” (Sl 27:1)

Por confiarmos na soberania do Senhor, e em tudo o que Ele diz que é em sua Palavra, não devemos ter medo. Ele é bondoso, sábio, amoroso, perfeito, soberano… pregue para si continuamente estas verdades, quando o medo das incertezas vier, escolha acreditar e confiar em Deus. Nas palavras de Corrie ten Boom:

"Nunca tenha medo de confiar um futuro desconhecido a um Deus conhecido."

2. Entregue

Não enclausure o medo dentro do seu coração. Entregue tudo a Deus.

“Oh! Que paz perdemos sempre
Oh! Que dor no coração
Só porque não levamos
tudo a Deus em oração.”²


Ele está disposto a nos ajudar por se compadecer de nós. Perdemos muito quando não apresentamos nossas vidas ao Senhor em oração.

“Exatamente aquilo que estamos segurando com tanta força (o controle) é, de forma irônica, aquilo que mais precisamos de abrir mão.”³

Desista de tentar manter o controle de sua vida. Permita que uma mão mais sábia que a sua molde as suas circunstâncias e a sua vida, te fazendo enxergar que somente um coração que entrega tudo a Ele é um coração que pode descansar com tranquilidade e paz.

3. Espere

Que seus medos nunca ofusquem a esperança de que a sua vida está em Cristo e de que tudo, por mais difícil que pareça, vai passar. Por isso, espere! Vai passar!

Nesta vida somos apenas peregrinas e forasteiras, a nossa pátria está nos céus, onde estaremos com o Senhor. Tudo o que nos amedronta nesta vida jamais deverá ser maior do que a esperança que temos em Deus, e nada por mais desestimulador que nos sobrevenha poderá a remover de nós.

“...segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo, para uma herança incorruptível, incontaminável e imarcescível, guardada no céus para vós.” (I Pe 1:3-4)

Por isso, que em meio ao medo das incertezas da vida, nunca percamos de vista a eternidade. Fomos feitas para outro mundo, aqui não é o nosso lar. Logo mais estaremos em casa!

Thayse Fernandes
_________________________
¹ FITZPATRICK, Elyse. Vencendo medos e ansiedades. Sâo José dos Campos, SP: Fiel, 2015.
² “Em Jesus amigo temos”. Hino cristão.
³  NEWBELL, Trillia J. Medos do coração: encontrando a paz que você anseia. São José dos Campos, SP: Fiel, 2016.



Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Receba nossas postagens