Na primeira palestra da Consciência Cristã deste ano, o Pr. Hernandes Dias Lopes explanou o trecho bíblico referente ao episódio da gra...

Tudo está sob controle

1 Comentários

Na primeira palestra da Consciência Cristã deste ano, o Pr. Hernandes Dias Lopes explanou o trecho bíblico referente ao episódio da grande tempestade (antes de prosseguir na leitura, acompanhe-o em Mt 8:23-27).

Os discípulos estavam apavorados diante dos fortes ventos que arremessavam o barco de um lado para o outro, chegando este a quase afundar. Enquanto isso, o Senhor Jesus estava dormindo. Como Deus, o Senhor sabia que esta tempestade ocorreria, mas ainda assim, não apenas permitiu que os discípulos entrassem no barco, como também dormiu quando ela chegou e amedrontou os seus discípulos! Mediante a esta situação, o pr. Hernandes levantou o seguinte questionamento:

“Se Jesus sabia que viria a tempestade, por que Ele dormiu?”

Ao mesmo tempo em que responde:

“Por que à Sua vista Ele sabia que tudo estava sob controle.”

Fiquei pensando nesta afirmação pronunciada que tanto me chamou a atenção por um tempo. A verdade que está nela não era desconhecida por mim. Perdi as contas de quantas vezes já ouvi que Deus está no controle, e tenho certeza de que você também já ouviu várias vezes.

De fato, sabemos que tudo está sob o controle de Deus, mas quando as tempestades da vida balançam o nosso barco somos tendenciosas a nos amedrontarmos, assim como os discípulos.

Nossas emoções se aguçam diante das dificuldades ao ponto de pensarmos que não vamos mais resistir, e às vezes a sensação é de que o Senhor está dormindo. Por que Deus não nos responde no momento em que gritamos pelo Seu socorro, por que Ele permite que certas situações sobrevenham em nossas vidas e nos deixem assim perturbadas?

Existem coisas que nunca entenderemos, por termos uma mente finita e limitada. Os caminhos de Deus são insondáveis e sua sabedoria inquestionável. Nenhuma mente humana jamais poderá compreendê-Lo em tudo o que Ele faz e deixa de fazer. 

“Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão inexplicáveis são os seus juízos, e quão insondáveis são os seus caminhos! Pois quem conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro? Ou quem primeiro deu alguma coisa a Deus para que isso lhe seja restituído? Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre. Amém!” (Rm 11:36)
Porém, o fato de não entendermos não significa que não exista uma razão para as nossas tempestades. Nada acontece por acaso. Existe uma mão soberana que rege todas as circunstâncias das nossas vidas e que conduz toda a história conforme a Sua perfeita vontade. Ele realmente está no controle de tudo, querida irmã. Não se desespere por algumas coisas parecerem estar fora de seu controle, pois elas nunca saem do controle absoluto de Deus.

"Sim, a soberana providência de Deus, às vezes, leva-nos a entrar e passar por tempestades em que naufragam totalmente todas as nossas esperanças e nossos sonhos. Ele certamente não promete vida fácil, de saúde e prosperidade para os seus seguidores. Contudo, é precisamente essa providência amável de Deus que está em operação nas épocas mais dolorosas da vida [...] Assim também, nossa dor jamais será sem sentido: Deus sempre tem um bom propósito a realizar por meio dessa dor, tanto em nós quanto por nosso intermédio."¹
Ao ser acordado, o Senhor Jesus se levanta e acalma a tempestade com a sua palavra, fazendo assim grande bonança (Mt 8:26). Percebemos que aquilo que tanto nos apavora está sob o senhorio do Senhor. Ele pode com apenas a Sua voz tornar a nossa tempestade em calmaria. Tamanho é o poder do nosso Deus! Os discípulos reconheceram isso:

“Quem é este que até os ventos e o mar lhe obedecem?” (Mt 8:27)
Mas somente após contemplarem o milagre que eles puderam crer no poder de Jesus! Que possamos exercer fé em todas as circunstâncias mesmo que não vejamos de imediato o agir do Senhor. Devemos andar por fé, e não pelo o que vemos (II Co 5:7). Mesmo que os nossos olhos não consigam enxergar nada, precisamos continuar crendo Nele, em Sua sabedoria, bondade, amor e soberania, em tudo o que Ele afirma em Sua palavra!

Foi justamente a falta de fé que o Senhor apontou de seus discípulos como causa de eles estarem tão amedrontados:

“Por que vocês estão com tanto medo, homens de pequena fé?” (Mt 8:26)
É por sermos incrédulas e não confiarmos no Senhor totalmente que somos medrosas em meio às adversidades. Fé e confiança no Senhor trazem descanso. O alívio que precisamos para as nossas almas fatigadas encontramos Nele.

Muitas vezes o Senhor não quer acalmar apenas a tempestade que está à nossa volta, mas a tempestade que está dentro de nós. E se Seu poder acalmou uma tempestade que esgotou todas as esperanças dos discípulos, Ele também pode acalmar a nossa.

"Se Jesus disse para o mar ficar quieto e ele ficou, como meu coração não ficaria?" (Josemar Bessa)
Aquieta-te, pequenino coração! A voz que é poderosa para acalmar o vento e o mar, também é poderosa para acalmar um coração amedrontado pelas circunstâncias da vida.

“Busquei ao Senhor, e ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores.” (Sl 34:4)
Busque a Ele com todas as suas forças. Se lance sobre os amorosos braços do Senhor, pois Ele nunca deixou de cuidar de você nem de controlar a tua vida. Peça a cada dia um coração que confia nisso e que crê que absolutamente tudo de fato nunca deixou de estar sob controle!

Thayse Fernandes
_______________
¹ DUGUID, Iain M. HARMON, Matthew P. A Firme Esperança: O Evangelho segundo João. São Paulo: Cultura Cristã, 2016.



Você também pode gostar

Um comentário:

  1. Deus é. Deus e não a nada q se comoara a Ele , Honra ., Glória ao Senhor Jesus pois o seus mistérios são I INSONDÁVEIS. AMÉM

    ResponderExcluir

Receba nossas postagens