A mente da mulher piedosa


Certa vez ouvi em uma palestra para mulheres sobre o texto de Rm 12:2 e fui impactada pela profundidade dos ensinos contidos nele. O versículo diz o seguinte:



"Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus."


 

Já havia escutado esse versículo várias vezes com "se conformar" ao invés de "se amoldar", mas o significado do verbo é justamente o de formar ou modelar conforme a tradução NVI coloca, se aproximando mais ao sentido original.



Um molde é uma peça padrão que serve para dar forma a alguma coisa. Ao fazermos um bolo, por exemplo, podemos escolher o tamanho e formato de acordo com o molde que iremos utilizar. Encontramos moldes não apenas na culinária, mas também na costura, na engenharia, nas fábricas de grande ou pequeno porte, dentre tantos outros setores da sociedade. Quando a Bíblia diz que não devemos nos amoldar a este mundo, quer dizer que não podemos tomar a forma do mundo, seja em falar,  comportar-se, pensar ou agir. Devemos, ao contrário, ser transformadas pela renovação da nossa mente, através da palavra de Deus.

 



Infelizmente, o mundanismo tem tomado espaço dentro de nossas igrejas, fazendo com que a diferença entre cristãos e não cristãos se torne cada vez menor. Todavia, o Senhor nos chamou para sermos sal e luz em mundo insípido e tenebroso, e ser discípulas de Jesus é ser como Ele. Não pertencemos a esse mundo, nossos valores precisam ser os valores do Reino e nossa forma de viver precisa evidenciar que somos cidadãs dos céus.

 



No que diz respeito a nós, mulheres, somos bombardeadas com um sistema corrompido que tenta nos afogar em seus "ismos" e ideologias que contrariam nossos princípios cristãos. Qual deve ser o nosso posicionamento diante dessas coisas? Ansiar e buscar a renovação de nossa mente oriunda da Palavra, não deste mundo. Não importa o que irão pensar ou dizer de nós, o Senhor não nos chamou para sermos simpatizantes com o mundo, mas sempre nos alertou sobre qual seria sua reação ao evidenciarmos os princípios do Reino.



"Se vocês fossem do mundo, o mundo amaria o que era seu; mas vocês não são do mundo — pelo contrário, eu dele os escolhi — e, por isso, o mundo odeia vocês." (Jo 15:19)

 


Jesus foi o homem que mais fez o bem à humanidade, perfeito em sabedoria e obras, nunca falhou em nada, e ainda assim as pessoas o odiaram e o crucificaram. Por que nós, suas servas, desejaríamos o contrário de nosso Senhor e Mestre e relutaríamos se as coisas não ocorrerem do nosso jeito?

 


Não podemos estar surpresas se o mundo nos odiar, nem abrir mão de nossos princípios pela simpatia do mundo. Precisamos ser como Jesus. Ele cumpriu o seu ministério e perseverou no caminho da obediência até a morte, e morte de cruz (Fp 2:8)

 


"Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti." (Sl 119:11)

 

 

O Senhor deseja que amemos a sua Palavra, que gastemos tempo estudando, meditando e pensando nela todos os dias, pois só assim conseguiremos a vitória na nossa luta contra o pecado. Infelizmente, gastamos tanto tempo nos atrativos deste mundo que o anseio pelas Escrituras tem se esvaído de nossos corações. Isso é alarmante, pois o que consumimos através de nossos olhos, ouvidos e sentidos definirá o que ocupará nossa mente. As vezes gastamos tanto tempo consumindo o que o mundo nos proporciona que sem percebermos nossa mente está sendo moldada por ele. Ouvimos as mentiras, permanecemos nas mentiras, acreditamos nelas e consequentemente agimos de acordo com elas. Esta é a progressão da mentira para a escravidão que Nancy Leigh Demos nos traz no primeiro capítulo de seu livro “Mentiras em que as mulheres acreditam e a verdade que as liberta”. Mais que indico a leitura!

 



Se ouvirmos a palavra, permanecermos na palavra, acreditarmos nela e agirmos de acordo com ela, estaremos sendo moldadas pela vontade de Deus e nada será mais gratificante que isso. Não será qualquer conversa que nos atrairá, nem qualquer pensamento que nos desviará, estaremos firmes e resolutas no Senhor. Seremos a cada dia transformadas pelo Espírito Santo pela renovação de nossa mente, e a consequência disso será nada menos que sermos capazes de “experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. Que o Senhor assim nos ajude!

 

 

 

Thayse Fernandes

 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.