Em nossa publicação de estreia na coluna “Modéstia”, é importante que as leitoras tenham em mente de forma bastante clara o que r...

O que é modéstia cristã?

2 Comentários


Em nossa publicação de estreia na coluna “Modéstia”, é importante que as leitoras tenham em mente de forma bastante clara o que realmente é a modéstia cristã.

Modéstia é como chamamos o princípio bíblico que nos orienta quanto ao que nos é apropriado vestir. No entanto, precisamos entender que a modéstia, antes de ser uma questão de vestimentas, é uma questão do coração. As disposições do coração são determinantes em todas as nossas escolhas, inclusive, no modo como preferimos nos vestir. Jeff Pollard define modéstia em termos bastante apropriados:

“Modéstia cristã é o autogoverno interior, enraizado em um entendimento adequado de si mesmo diante de Deus, que por fora se expressa em humildade e pureza de um verdadeiro amor por Jesus Cristo, ao invés de autoglorificação ou autopropaganda.”

Eu amo essa definição porque ela sintetiza o ensino bíblico dessa questão indo no âmago. Ele começa falando que a modéstia é o “autogoverno interior”, e é exatamente esse o ponto primário da modéstia, aquilo que está dentro de nós, é a condição do coração e esta condição é de uma consciência adequada “de si mesmo diante de Deus”. Ou seja, não é arrogante, mas reconhece que diante da suficiência e beleza infinita de Deus não somos nada, por isso, externamente se expressa em humildade e pureza refletindo aquilo que vê em seu Salvador, por quem nutre constante amor desejando que Ele seja conhecido e glorificado e, assim sendo, evita se autoglorificar e autopropagar.

Isso toca em todos os aspectos de nossa vida.  Quando o apóstolo Paulo se dirigiu às mulheres, na primeira carta a Timóteo (2.9), ele aplicou o princípio da modéstia ao modo como as mulheres devem se vestir:

“Da mesma forma quero que as mulheres se vistam modestamente, com decência e discrição, não se adornando com tranças, nem ouro, nem pérolas, nem roupas caras...”

O que está em foco nessa orientação é que se evite a extravagância e a sensualidade, pois segundo as condições culturais dos leitores de Paulo, quem se ataviavam com tranças bem elaboradas, ouro, pérola e roupas caras, normalmente, eram mulheres com conduta moral nada exemplar. Paulo então exorta as irmãs que se vistam de forma diferente dessas mulheres, pois as mulheres cristãs devem se vestir conforme sua profissão de fé, com modéstia, decência e discrição.

A compreensão dessa orientação de Deus, através do apóstolo Paulo, nos fornece diretrizes positivas e negativas quanto à nossa forma de vestir-se.

Positivas: Modéstia, decência, discrição.
Negativas: Extravagância, sensualidade.

Portanto, a nossa aparência importa sim! Não devemos ser extravagantes e exibidas, mas também devemos evitar o outro extremo que é ser desleixada e descuidada. A orientação bíblica nos mostra o equilíbrio entre esses dois extremos: Modéstia, decência, discrição.

É verdade que uma mulher pode vestir-se modestamente mesmo tendo uma motivação pecaminosa, como orgulho ou hipocrisia, mas uma mulher piedosa mostrará cuidado com o modo como se veste, no entanto, precisamos reconhecer que também há algumas mulheres cristãs que por falta de conhecimento bíblico e de orientação madura não têm dado importância à essa questão como se isso não importasse para Deus. Porém, a verdade é que Deus tem interesse em tudo que diz respeito a vida dos seus filhos, não há uma só questão, por mais insignificante que nos pareça, que Deus não tenha interesse em manifestar ali a Sua glória.

Deus ama a beleza! E nos fornece em Sua Palavra os princípios para uma aparência bela e honrosa. Nesta nova coluna do nosso blog, convidamos todas vocês, para juntas, aprendermos a aplicar esses princípios às nossas roupas, à nossa aparência. Nós, mulheres, fomos criadas com uma intensa inclinação de embelezar tudo ao nosso redor e a nós mesmas. Com estilos diferentes, preferências singulares, estamos sempre enfeitando nossas casas, nosso ambiente de trabalho, nossos corpos, nossos rostos, nossos cabelos... É algo que nos dá alegria, é algo que nos interessa, que faz parte da nossa vida, e se faz parte da nossa vida, deve ser regido pelo senhorio de Jesus Cristo. 

Sonaly Soares



Você também pode gostar

2 comentários:

  1. amei. esse assunto e seu blog são edificantes. Deus abençoe.

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante, entendia esse assunto, modéstia, assim:
    A mulher cristã não deve ser sensual.
    Mas esse artigo me fez ampliar o meu entendimento sobre nós vestirmos para a glória de Deus, foi muito bem escrito, parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir

Receba nossas postagens